1 de mar de 2009

Perda

A quarta-feira de Cinzas terminou sem cor. Recebi a notícia da morte súbita de uma amiga querida. Uma menina linda e suave, levada por uma meningite fatal. Larissa deixa duas filhas gêmeas. Queria ter escrito uma última mensagem pra ela, não por email, como de costume, mas uma carta de verdade, daquelas que escrevíamos para os nossos amigos quando estavam longe, em outro país, com as últimas notícias e cheias de saudades.



Os seres de luz partem subitamente. Têm aqui uma breve passagem: vêm, trazem sua luz, preenchem nossa vida de alegria e paz, e desaparecem. Isso não faz sentido pra nós, que vivemos imersos no tempo cronológico. Mas para estes anjos não existe tempo, ou o Tempo. Eles viajam nas nuvens.

Nenhum comentário:

Postar um comentário